Artigos e Notícias - Dr. Marcelo Werneck

(31) 3568 5068 / (31) 99720 1872

O que é fissura anal?

É uma ferida no ânus, em geral causada por trauma local pela passagem de fezes duras e calibrosas. Muitos pacientes relatam ter hemorroidas, quando na verdade têm fissura anal.

Quais os sintomas de fissura anal?
Na maioria das vezes a dor anal durante ou após as evacuações é o principal sintoma. A presença de sangramento também é frequente, em geral somente uma pequena quantidade, muitas vezes percebida durante a limpeza após evacuar.
Na fissura aguda a dor pode durar pouco, porem na fissura crônica a dor pode persistir por horas e até todo dia.
Muitos pacientes relatam inclusive medo de evacuar por causa da dor.
É tão comum em homens quanto mulheres.
Como é feito o diagnóstico?
Um profissional capacitado é capaz de fazer o diagnóstico na maioria das vezes apenas afastando as nádegas e observando o local. 


Quais tipos de fissuras existem?
As fissuras típicas (agudas e crônicas) em geral são causadas pela passagem de fezes duras e calibrosas ou líquidas, causando ferida no ânus. As fissuras atípicas têm outras causas.
A consulta com um especialista é imprescindível, uma vez que deve ser realizado o diagnostico preciso para que possa ser iniciado o tratamento. 


O que é fissura anal aguda?
As fissuras agudas em geral são causadas pela passagem de fezes duras e calibrosas ou líquidas, causando ferida no ânus.
Têm aspecto de uma ferida linear no ânus, em geral na parte de trás do Ânus.

O que é fissura anal crônica? 
As fissuras crônicas iniciam-se como fissuras agudas e devido ao frequente trauma durante a passagem das fezes após 2 a 3 meses, elas se tornam crônicas. 
As características das fissuras crônicas são, prega de pele (plicoma), nodulação anal, inchaço, endurecimento do local (fibrose).
Com o tempo a fissura causa um aumento da pressão da musculatura do ânus o que compromete a circulação de sangue e dificulta ainda mais a cicatrização definitiva da fissura.

Quer saber mais? Assista ao vídeo: https://youtu.be/G8TkYbCp2S4
 

Comentarios

Nenhum comentário.

Comente aqui